Blog Cluster

MongoDB compra a mLab

Fala pessoal! Hoje escrevo um post rápido apenas comentando a nova aquisição da MongoDB: a mLab.

mLab na fila do pão

Pra quem não conhece a mLab é uma empresa de DataBase-as-a-Service fundada em 2011 e conta com mais de 1 milhão de instâncias MongoDB hospedados entre camadas free e pagas.

Desde sua fundação a mLab se posicionou para atender os desenvolvedores e prover uma experiência de deploy de instâncias MongoDB mais amigável para deixá-los mais focados nos aspectos da aplicação, se preocupando o mínimo possível com escala, backup, monitoramento e gerenciamento das instâncias e bancos de dados.

A mLab escolheu o MongoDB por acreditar que ele é o sucessor natural dos tradicionais bancos de dados relacionais como um data store de uso geral para os mais diversos aplicativos – segundo eles próprios – uma previsão que vem ocorrendo.

Durante todos esses anos de existência da mLab, a MongoDB vem explorando caminhos para trabalhar mais juntos. E durante essa caminhada encontraram vários pontos em comum até culminar nessa junção.

MongoDB Atlas e mLab deploys

O MongoDB Atlas é o serviço de Database-as-a-service oferecido pela MongoDB lançado em 2016. Desde então esse serviço só tem ampliado sua atuação e funcionalidades ao longo do tempo. Esse serviço está disponível nos principais provedores de nuvem: Microsoft Azure, Amazon Web Services e Google Cloud Platform. A camada inicial é disponibilizada free e não requer cartão de crédito para iniciar, podendo chegar a hospedar cluster bastante grandes com infraestrutura transparente.

E como ficará tudo isso? Basicamente todos os clientes serão migrados para o MongoDB Atlas de forma transparente. O esperado é que todos os clientes mLab sejam migrados em até 12 meses.

Depois de migrados, os bancos de dados no Atlas ficarão hospedados em um hardware similar ao anterior no mLab e com o mesmo custo ou menor. Tudo com a promessa de que ocorrerá um downtime mínimo ou até mesmo sem downtime.

Conclusão

Bem, na minha opinião essa aquisição só torna mais forte o posicionamento da MongoDB para o mercado de Database-as-a-Service e vem fazer frente a grandes concorrentes de mercado. Sempre digo que infelizmente no Brasil temos uma grande barreira que é nossa moeda, mas fazendo os cálculos e colocando tudo na ponta do lápis o MongoDB Atlas pode ser uma solução bastante competitiva em relação a manter instâncias on-premisse, sempre lembrando que temos a flexibilidade de escolher em qual cloud ficar hospedado: Microsoft Azure, AWS ou Google Cloud Platform.

É isso galera, vamos nos preparar para mais novidades e não deixem de testar o MongoDB Atlas!

Até a próxima

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *